Uma família poderosa não é uma família perfeita, é uma família saudável. A família é um laboratório de desenvolvimento cultural social humano, um lugar da manifestação da glória de Deus.

A parábola do filho pródigo, nos mostra uma família doente. Quando uma família precisa de cura?

1. Quando começamos a desejar a morte do outro. O filho pródigo estava esperando a morte de seu pai para receber sua parte. Quantas vezes desejamos a morte dos nossos ou até mesmo a nossa própria morte?

2. Quando o desejo de deixar é maior que o desejo de ficar. O filho pródigo manifesta uma ingratidão ao sair da casa de seu pai. Muitos vão embora sem causa pois tem um coração indomável e uma mente ambiciosa.

3. Quando dentro da família a festa do outro incomoda. Haviam 3 grandes fortalezas pecaminosas no coração do filho mais velho, quando o filho mais novo voltou para casa:

– A inveja: Nos impede de participar da festa que Deus está promovendo.
– A vingança: Quem não perdoa fica do lado de fora da festa e faz da sua vida um funeral.
– A amargura: A amargura é a raiz que dá origem à murmuração.

4. Quando em nosso coração desvalorizamos o que é valoroso para o pai. A família do filho pródigo se tornou descartável para ele. A rejeição daquilo que um dia foi desejado, se transforma na renúncia do amor.

Quando a cura acontece:

1° A cura da identidade. Quando o filho pródigo se encontrou caído, ele percebeu que tinha deixado sua identidade de filho. A tristeza nos faz reconhecer nosso erro, nos levando ao arrependimento profundo, a confessar e abandonar o pecado.

2° A cura da vergonha. O filho pródigo deixou a vergonha para estar de volta com o pai. O filho mais velho, ao confessar ao pai sua insatisfação, desencadeou um processo de cura em sua vida também.

3° A cura da paternidade. O pai foi o agente de transformação na casa. Ele esperou o dia que o filho voltou, pelo mesmo caminho que foi embora. Também cuidou do filho mais velho, lembrando-o da sua identidade, restaurando a paternidade.

Não viva como escravo sendo filho. Não existe família curada sem paternidade resolvida e identidade recuperada.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário