Deus não quer que sejamos apenas efetivos, mas que sejamos eficazes naquilo que faremos no ano de 2021. Enquanto os efetivos fazem o que mandam fazer, os eficazes são aqueles que fazem além. Quando entendemos o contexto, saímos do efetivo e passamos a ser eficazes na mão de Deus.

O ano de 2021 só será fácil praqueles que forem eficazes e entenderem o cenário. Se quisermos resistir, precisamos desmistificar a santa ceia.

A ceia faz parte de um conceito profético da parte de Deus: as bodas de casamento. As bodas são um momento, mas elas não são a vida. É apenas um rito de passagem para a vida normal.

O pão e o suco são apenas uma representação do corpo e do sangue de Cristo. Ela tem a ver com o nível de arrependimento das pessoas. Ela não transforma pão em corpo nem suco em sangue, ela nos transforma!

O fato de não nos examinarmos como estamos nos portando com o noivo nos faz uma noiva que não sabe se portar, uma noiva egoísta. Se não estamos nos transformando, estamos nos condenando. A ceia é santa porque ela nos faz santos. E ela carrega uma promessa quádrupla:

1- Nos tira do Egito, desse sistema pecaminoso.
2- Nos liberta, tirando o Egito de nós
3- Reafirma a identidade de Jesus em nós.
4- Nos leva à terra prometida

Ninguém chega na terra prometida sem antes sair do sistema, tirar o Egito de dentro e ter a identidade de Jesus reafirmada. Deus está nos guiando em um processo de transformação à terra prometida. Isso fala de sair da zona de conforto.

A terra que mana leite e mel não faz com que a terra do Egito se desfaça. Mesmo num mundo pós pandemia, de jugo de pecado, e apostasia, Deus pode te levar a viver uma terra prometida. Só entra quem conseguiu sair da mediocridade e se tornou eficaz. Apenas dois entraram na terra prometida. Todos obedeceram e foram efetivos, mas só dois foram eficazes. Porque muitos são chamados, mas poucos os escolhidos!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta